A Pá Ladina

Versão Beta
Close

Poderes cósmicos FENOMENAIS... Dentro de uma elfinha! Conheça o Mago!

Saiba mais sobre a classe Mago, uma das classes de World of Warcraft.

O símbolo máximo de qualquer universo de fantasia, o Mago é aquele que molda a realidade através de seus estudos. São necessários anos incansáveis lendo livros e manuscritos, mas estes feiticeiros são capazes de conjurar um banquete no meio do nada, teleportar seus amigos por todo o canto e até se tornarem invisíveis!

Tudo isso é muito útil e divertido, porém, ninguém se torna um Mago para ter cheddar à vontade pelo resto da vida. Você se torna um Mago para causar verdadeiros cataclismas distorcedores do tempo-espaço, e nisso eles são especialistas.

Quando não é hora de explodir tudo e todos ao redor, esta classe é uma das mais prestigiadas em Azeroth. Pela dedicação intrínsica no estudo arcano, os Magos possuem a merecida fama de serem intelectuais, o que lhes rendem um espaço de destaque na maioria das sociedades.

O maior exemplo disso é Kirin Tor, o Senado de Magos que vivem na cidade flutuantes de Dalaran. No início das guerras eles se mantiverem apenas como uma espécie de conselho neutro, mas conforme as ameaças à Azeroth se intensificaram sua presença para sobrevivência do mundo foi cada vez maior, a ponto de quem nos eventos de Legion, Dalaran foi a principal base de resistência contra a Legião Ardente.

Do que um grupinho de seres transcendidos super poderosos não é capaz, heim?

Tabela Mago Warcraft
Tabela Mago Warcraft

Congelado, bem passado ou transmutado? 

Apesar do objetivo final de um jogador Mago ser sempre o de eliminar o inimigo de forma criativa, existem três escolas para serem escolhidas.

A de Fogo é a mais direta, como pode se esperar. Um Mago de Fogo ainda terá muitos truques e formas mirabolantes de escapar das garras do oponente, mas seu foco é o de causar o maior dano possível no maior número de criaturas infelizes ao mesmo tempo. Seus dilemas são: “quais inimigos eu devo deixar chamuscando aos pouquinhos?”, “se eu conduzir este alvo em auto-combustão, as labaredas vão se espalhar para os que estão ao lado dele?”, e o clássico “qual desses está merecendo mais ser explodido por uma bolotona de fogo?”.

O posicionamento dos oponentes é importante para que o Mago de Fogo consiga ter seu melhor desempenho, enquanto o Mago Gélido não precisa se preocupar muito com isso já que todo seu foco é em desacelerá-los e até imobilizá-los em blocos de gelo, à lá Sub-Zero.

Por conseguir controlar (e frustar) seus inimigos com tanta facilidade, os Magos Gélidos são uma excelente opção para jogadores iniciantes ou para aqueles que gostam de irritar seus inimigos – quem já sofreu nas mãos de um Maguinho que não te deixa se mover a 10km/h no PvP sabe bem o sentimento. Mas ser o Mago nesta situação é bem satisfatório. Dá até vontade de cantar um Let it Go.

Já os Magos Arcanos são aqueles que preferem algo mais complexo. Seu potencial de dano e sobrevivência são tão grandes quanto e por vezes até maiores do que o das outras escolas, mas o risco que enfrentam também escalona. Ao invés de congelar os pés dos inimigos, o Mago Arcano precisa correr. Correr, desaparecer, teleportar – técnicas que exigem uma noção espacial muito maior. E quanto aos ataques, suas rotações de magia e cuidado com o mana devem ser muito maiores. A ordem dos feitiços é o que separa um bom e péssimo Mago Arcano.

Qualquer que seja o caminho escolhido, fique longe do seu alvo. Enquanto manter a distância, o inimigo de um Mago é um inimigo com seus dias contados.

Esther Smisdom - Void Elf Warcraft
Esther Smisdom - Void Elf Warcraft

Um Mago Exemplar: Magíster Umbric

O problema de um bom Mago também é seu maior pecado: a curiosidade. Uma vez que um Mago percebe que o mundo é regido por regras, ele tenta experimentá-las para ver até onde consegue retorcê-las ao seu interesse.

O Elfo Sangrento Umbric era um Magíster em Quel’Thalas, e utilizava sua posição acadêmica para organizar pesquisas sobre a Sombra. Geralmente apenas alguns Sacerdotes possuiam o dom de moldar a força primordial da Sombra, mas Umbric acreditou que aplicar sua lógica arcana neste elemento caótico traria bons frutos. Seus companheiros, no entanto, discordaram. Tanto que o expulsaram.

Umbric viu nisso o potencial para experimentar com ainda mais liberdade, e após anos de pesquisa descobriu o meio para navegar até uma dimensão consumida pela Sombra onde ele acreditava residir um objeto misterioso capaz de controlar esse elemento tão caótico.

E ele conseguiu o incrível feito de chegar nesta tal dimensão. O que ele não premeditou era a existencia de uma criatura ciente composta de Éter que tentaria transformá-lo e todos seus seguidores em criaturas corrompidas.

Graças a um herói anônimo da Aliança (você, jogador) este processo não é finalizado, mas os elfos lá presentes jamais seriam os mesmos.

Sim, um Mago foi o responsável pela criação uma raça completamente nova, os Elfos Caóticos implementados na expanção Battle of Azeroth. Brabo demais.

(Imagem de topo por Marta Nael. Arte do Elfo Caótico por Esther Smisdom)

Amantes de World of Warcraft