A Pá Ladina

Versão Beta
Close

Confira detalhes da história de WoW Shadowlands: Revendreth

Conheça mais sobre o lore de Revendreth

Steve Danuser, líder de narrativas de World of Warcraft, forneceu mais alguns detalhes do que os aventureiros de Azeroth poderão esperar ao explorar o reino sombrio de Revendreth, uma das quatro áreas presentes em Shadowlands.

De acordo com o designer, Revendreth não é um reino para os fracos. Pelo contrário, as nuvens carmesins do céu e as pedras escuras da muralha do Castelo de Nathria impõem o espírito grave de Revendreth sobre todos que caminham pelas suas ruas. Uma impressão que faz jus ao lugar, pois esse pós-vida não é o destino de almas tímidas, e sim daquelas que estão prenhes de orgulho e arrogância.

Um Lugar de Redenção

Alguns jogadores podem ver Revendreth como um reino punitivo, mas essa impressão nada tem a ver com a verdade. As almas enviadas a esse reino são almas que a Juíza, em sua infinita compaixão, acredita conterem em si a promessa da redenção. Em vez de serem sentenciadas à escuridão inescapável da Gorja, essas almas atormentadas recebem uma última chance de alcançar algo maior.

Essas almas atormentadas são recebidas por Sir Denathrius, um Mestre sábio e benévolo de Revendreth. Ele na verdade é um integrante dos Eternos, criaturas descritas como uma infinita sabedoria que não envelhecem e que governam os reinos dos imorredouros.

O trabalho de Denathrius é cuidar das almas mortais, dedicando-se ao processo árduo de livrá-las do pecado pernicioso do orgulho. No entanto, embora seja um ser gentil, o Mestre submeterá as almas a rituais rigorosos, cujo propósito é livrá-las dos fardos da mortalidade.

WoW-Revendreth

Os servos Dragadores e Venthyr

Cada alma que ali chega é compelida a gravar suas transgressões em uma pedra de pecado, um lembrete tangível de seus deslizes em vida. As almas são auxiliadas nesse processo pelos dragadores, servos diminutos cujo trabalho incansável demonstra uma lealdade inabalável ao seu amado Mestre. Depois, os dragadores deixam essas almas aos cuidados de outros súditos do Mestre, os venthyr.

Feitos à imagem de Sir Denathrius, os pálidos venthyr habitam os vilarejos góticos nos muitos redutos e distritos de Revendreth. Em nome de seu Mestre, os venthyr supervisionam o longo processo que é livrar almas mortais rebeldes de sua arrogância. Esses rituais têm um efeito colateral benéfico: quanto mais orgulhosa a alma, mais abundante a sua ânima, a energia que faz com que as terras sombrias prosperem. Desnecessário dizer, toda a ânima extraída é compartilhada entre os leais súditos do Mestre.

Por mais poderoso que seja, Sir Denathrius não é capaz de supervisionar todos os aspectos do propósito crucial de Revendreth sozinho. O Mestre depende da ajuda de alguns venthyr de confiança: a Corte dos Ceifadores. Esse grupo de elite é formado por nobres e aristocratas, como o Príncipe Renathal, a Acusadora, a Litorita e outros. Cada um deles recebe um medalhão que contém uma porção da essência do Mestre. Graças a esse presente generoso, os Ceifadores sentem o olhar vigilante de seu criador não importa onde estejam ou o que estejam fazendo.

A proteção do reino é feita pelas legiões de litonatos, defensores leais que são esculpidos nas pedreiras de Revendreth pelas mãos da própria Litorita. Totalmente incapazes de trair seu dever sagrado, os litonatos estão sempre de olho em quem quer que possa prejudicar a missão iluminada de seu Mestre.

WoW-Revendreth-Venthyr

A Estrada da Absolvição

Após séculos ou milênios de penitência — pois o fato é que o tempo perde o sentido para quem só quer se redimir —, as almas mortais que conseguem deixar para trás seu passado sinistro podem optar por voltar a Oribos e serem designadas a outro além-vida, ou então escolher a honra de se transformar em venthyr e permanecer em Revendreth para ajudar as almas mortais recém-chegadas a percorrer sua própria jornada.

Infelizmente, há um punhado de criaturas trágicas que não conseguem trilhar a estrada da absolvição, por mais que o Mestre e seus Ceifadores se esforcem. Para essas almas infelizes, a única estrada que resta a trilhar é a que leva à boca voraz da Gorja.

De fato, Revendreth exige muito das almas que são postas aos seus cuidados. Mas graças à caridade e à compaixão encarnadas na figura de Sir Denathrius, cada uma delas recebe uma chance de conquistar um futuro melhor.

WoW-Revendreth

Jornalista de games, cultura pop e nerdices em geral. Email: marcio.pacheco@cardnamanga.com.br . Twitter: @MarcioAPacheco